Você tem resiliência financeira? Faça o teste e descubra
02/06/2023

Você tem resiliência financeira? Faça o teste e descubra

Entenda o que significa resiliência financeira e aprenda a avaliar se você tem essa habilidade

O termo resiliência financeira veio à tona a partir da pandemia da Covid-19, que trouxe muitos desafios às famílias e foi definido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em 2021, como a “capacidade de indivíduos ou famílias de resistir, lidar e se recuperar de choques financeiros negativos”, relacionados à perda de emprego, doenças da família ou outros acontecimentos inesperados.

Mas como podemos construir essa capacidade? Com medidas como formar uma reserva financeira, usar o crédito de forma consciente, não se expor ao risco de fraudes e proteger o patrimônio de riscos. Alguns especialistas agregam outros ingredientes à resiliência financeira, como ter recursos sociais e comunitários – amigos e uma rede de apoio -, e recursos pessoais, como a habilidade para buscar informações para orientar decisões.

A flexibilidade para ajustar o padrão de vida a uma nova realidade é outra característica fundamental para ampliar a resiliência financeira. O assunto é tão relevante que se tornou, pelo segundo ano consecutivo, o tema da 10ª Semana Nacional de Educação Financeira – Semana ENEF, que acontece de 15 a 21 de maio de 2023.

Para ajudar você a entender o grau de resiliência de suas finanças, preparamos um teste especial. Faça e descubra!

Teste sua resiliência financeira

Com base nos relatórios e estudos acadêmicos sobre esse tema, preparamos um pequeno teste para você avaliar o seu grau de resiliência financeira. Responda às perguntas a seguir com sinceridade, anote as respostas e confira o resultado e as recomendações para cada caso.

Se acontecesse algo inesperado a você ou sua família, qual seria sua capacidade de conseguir R$ 3.000 em 2 dias?

a. Fácil – Eu tenho o dinheiro (ou parte dele) em conta corrente ou aplicado em algum investimento com liquidez.

b. Moderado – Eu tenho como obter esse dinheiro com amigos, parentes ou por meio de um empréstimo no banco, pois tenho crédito na praça.

c. Difícil – Eu não tenho dinheiro guardado e no momento, estou negativado.

Se uma situação inesperada reduzir sua renda pela metade, com que velocidade você adapta o seu padrão de vida?

a. Rapidamente – Reúno minha família e juntos procuramos tomar medidas urgentes para reduzir despesas, negociar dívidas e buscar outras fontes de renda. Se for necessário, mudo de casa, vendo o carro e outros bens, pois sou flexível e me adapto rápido a mudanças.

b. Moderadamente – Reduzo gastos extras (lazer, restaurantes, viagens), mas mantenho bens e gastos fixos, esperando que as coisas melhorem em breve.

c. Lentamente – Não quero perder o que conquistei, então não saio fazendo mudanças. Tenho fé e aposto que a maré vai mudar e a sorte irá sorrir para mim novamente.

O que você faz quando precisa de um empréstimo bancário?

a. Pesquiso as taxas de juros em várias instituições e escolho a que me oferece a melhor condição.

b. Vou direto à instituição financeira que sempre me socorre nessas situações.

c. Saio pedindo de porta em porta para ver qual instituição está disposta a me emprestar dinheiro.

Atualmente, quanto da sua renda está comprometida com pagamentos de dívidas (empréstimos, financiamentos e parcelamentos)?

a. Menos de um terço da minha renda.

b. Entre um terço e metade da minha renda.

c. Mais da metade da minha renda.

Qual é seu comportamento quando recebe ofertas pelo Whatsapp ou e-mail contendo links?

a. Eu nunca abro links que não solicitei, pois tenho receio de cair em golpes ou ser vítima de fraudes.

b. Eventualmente abro links quando conheço ou me relaciono com a marca que enviou a mensagem.

c. Eu costumo clicar nos links que recebo pois não quero perder as oportunidades.

Quais dos seus ativos (casa, carro, vida, saúde) estão protegidos por seguros?

a. Meus principais ativos estão 100% cobertos por seguros.

b. Meus principais ativos estão parcialmente cobertos por seguros.

c. Nenhum dos meus ativos está coberto por seguros .

Resultado do teste de resiliência financeira

Depois de anotar as letras atribuídas a cada questão acima, olhe o resumo de suas respostas, identifique qual é o atual estágio de resiliência de suas finanças: alta, média ou baixa. Use o resultado para se planejar e aumentar ainda mais a sua capacidade de se adaptar às diferentes situações. 

Maioria das respostas A: alta resiliência

Parabéns, você sabe como evitar choques financeiros. Costuma guardar dinheiro com liquidez para imprevistos, tem flexibilidade para adaptar seu padrão de vida em caso de aperto, evita comprometer demais a renda com dívidas, contrata crédito com consciência, protege seus ativos dos principais riscos e desconfia de promessas milagrosas. Continue assim!

Maioria das respostas B: média resiliência

Você está no caminho certo, mas ainda tem pontos a melhorar para se blindar dos impactos das eventualidades financeiras em sua vida. Reforce sua defesa com reservas, seguros e mais prevenção. 

Maioria das respostas C: Baixa resiliência

Cuidado, você está muito vulnerável a imprevistos financeiros. Em uma situação inesperada, você está totalmente desprotegido, como se andasse sem cinto de segurança. Parece que você confia demais na sorte e isso é bastante arriscado, portanto comece já a tomar providências para proteger sua família de eventuais impactos financeiros, construindo uma reserva, negociando suas dívidas, protegendo seu patrimônio de imprevistos, desconfiando de ofertas e sendo flexível para adaptar seu padrão de vida rapidamente.

Gostou? Aproveite também para preencher o Índice de Saúde Financeira. Conheça seu índice, compare-o com o de outros brasileiros e descubra os pontos que você precisa trabalhar para aumentar sua nota.

Fonte: Meu bolso em Dia/Febraban

Outras notícias

Instruções para obter condições especiais de empréstimos
Ceres anuncia medidas emergenciais para apoiar participantes e assistidos residentes no Rio Grande do Sul
A família pode herdar uma dívida?
O Relatório Anual de Informações (RAI) referente ao ano de 2023 está disponível