Você pode pegar a ômicron duas vezes, segundo estudo dinamarquês

Você pode pegar a ômicron duas vezes, segundo estudo dinamarquês

Pesquisa sugere que, em casos raros, as pessoas podem ser infectadas duas vezes

Um estudo da Dinamarca, um dos países onde a ômicron se espalhou mais rapidamente, sugere que, em casos raros, as pessoas podem ser infectadas por esta variante do coronavírus duas vezes.

Amostras de 1,8 milhão de testes positivos indicaram que 47 pessoas tinham sido infectadas tanto pela subvariante da ômicron BA.1. quanto pela BA.2., em um intervalo de 20 a 60 dias, disse o instituto de doenças infecciosas da Dinamarca em um comunicado na terça-feira.

Aqueles que tiveram ambas as variantes eram predominantemente jovens e não vacinados e sofreram apenas sintomas leves, de acordo com os dados, que ainda não foram revisados por pares. Outras 20 pessoas provavelmente foram infectadas com a mesma variante ômicron duas vezes.

A Dinamarca, um país de 5,8 milhões de pessoas, registrou mais de 2,6 milhões de infecções, com a maioria delas ocorrendo depois que a subvariante BA.2 da ômicron se tornou dominante no início do ano. O país suspendeu todas as restrições e declarou que a Covid-19 não era mais uma ameaça à sociedade em 1º de fevereiro.

Fonte: Bloomberg L.P.

Outras notícias

Aposentados e pensionistas: contracheque do mês de junho está disponível aqui no site
Previc aprova alterações no Estatuto da Ceres
5 livros para mudar o seu mindset nas finanças
Ceres não terá expediente na sexta-feira (17/6)
Skip to content