Consumo de vegetais reduz risco cardiovascular

Consumo de vegetais reduz risco cardiovascular

As doenças cardiovasculares são a causa número um de morte em todo o mundo, causando cerca de 17,9 milhões de mortes a cada ano.

Um recente estudo investigou se as pessoas que comiam regularmente grandes quantidades de vegetais ricos em nitrato, como folhas verdes e beterraba, tinham uma pressão arterial mais baixa, e também examinou se essas mesmas pessoas tinham menos probabilidade de serem diagnosticadas com doenças cardíacas muitos anos depois.

Os pesquisadores examinaram dados de mais de 50.000 pessoas residentes na Dinamarca que participaram do Estudo Dinamarquês sobre Dieta, Câncer e Saúde durante um período de 23 anos. Eles descobriram que as pessoas que consumiam os vegetais mais ricos em nitrato tinham uma pressão arterial sistólica cerca de 2,5 mmHg mais baixa e um risco entre 12 a 26 por cento menor de doenças cardíacas. Os principais vegetais individuais que contribuíram para a ingestão de nitrato vegetal foram alface (41%), batata (22%), aipo (10%), cenoura (5%) e espinafre (3%).

Os resultados mostraram que simplesmente por comer uma xícara de vegetais crus (ou meia xícara de cozidos) ricos em nitrato por dia, as pessoas poderiam ser capazes de reduzir significativamente o risco de doenças cardiovasculares. A maior redução no risco foi de doença arterial periférica (26 por cento), um tipo de doença caracterizada pelo estreitamento dos vasos sanguíneos nos membros (principalmente membros inferiores). Também se descobriu que as pessoas tinham um menor risco de infartos do coração, acidentes vasculares cerebrais (derrames) e insuficiência cardíaca.

O estudo descobriu que a quantidade ideal de vegetais ricos em nitrato era uma xícara por dia, e que comer mais do que isso não parecia trazer nenhum benefício adicional.

Fonte: Terra

Outras notícias

Aposentados e pensionistas: contracheque do mês de junho está disponível aqui no site
Previc aprova alterações no Estatuto da Ceres
5 livros para mudar o seu mindset nas finanças
Ceres não terá expediente na sexta-feira (17/6)
Skip to content